Tutorial do EFT Oficial

3a PARTE - Recursos Adicionais e Avançados de Tapping e Refinamentos

A técnica do Filme no EFT - uma ferramenta útil de Tapping

Outra ferramenta importante para eventos específicos
(Também é útil para questões privadas)

A Técnica do Filme é muito parecida à Técnica de Contar Histórias no sentido que permite resolver um Evento Específico de uma forma abrangente e metódica. Mas neste caso, os clientes mantêm os detalhes em segredo. Isso é especialmente útil quando o assunto é privado e o cliente prefere não revelar os detalhes.

No entanto, trabalhar sem os detalhes traz dois novos desafios. Primeiro, a Preparação (Setup) e a Frase Lembrete deverão abordar o problema sem revelar os detalhes e, portanto, será preciso alguma criatividade. Em segundo lugar, sem os detalhes, você terá maior dificuldade em perceber quando o seu cliente tiver trocado o aspecto ou passado para um evento diferente, o que faz disto um exercício de foco, de organização e de comunicação com o seu cliente.

Aqui estão as instruções

EFT Tapping Movie image
Execute o filme em sua mente

  1. Primeiro, você precisa escolher um evento apropriado, assim como você fez para a Técnica de Contar Histórias. Os critérios são exatamente os mesmos:
    • É um "filme" curto do passado do cliente.
    • O cliente dá-lhe um título breve que descreve uma ocorrência específica.
    • Tem um começo, um fim, um enredo e personagens.
    • Geralmente dura alguns minutos ou menos.
    • Tem um ou mais picos emocionais.

  2. Peça ao seu cliente para rodar o filme em sua mente e avaliar a intensidade como está AGORA numa escala de 0-10. Você está procurando a intensidade atual, não a intensidade original quando o evento ocorreu.

  3. Se a intensidade inicial é elevada, digamos acima de 5, você pode aparar as bordas usando rodadas globais da Receita Básica. Você pode começar com uma rodada de EFT sobre "neste filme ______________ ", e usar o título do filme, no espaço em branco.

    No final desta primeira rodada, confira a intensidade de 0-10. Se a intensidade estiver ainda acima de um 5, repita a etapa anterior até diminuir abaixo de 5. Se estas rodadas globais trouxerem a intensidade até números baixos ou até mesmo a zero, você pode ter resolvido o problema com este filme específico. No entanto, continue com os procedimentos abaixo para testar exaustivamente a finalização do seu trabalho.

  4. Peça ao seu cliente para executar o filme novamente em sua mente, começando com um trecho de baixa intensidade, mas PARE SEMPRE QUE ELE SENTIR ALGUMA INTENSIDADE. Como na técnica do Contar Histórias, você geralmente precisará enfatizar a importância de parar porque a maioria dos clientes está condicionada a acreditar que, a fim de se livrar do seu problema, eles devem ser corajosos e sentir a dor enquanto passam por isso. Mas isso agora é um pensamento antigo. Com o EFT, estes pontos de parada oferecem oportunidades para o Tapping.

    Use a Receita Básica em cada ponto de parada até que não haja nenhuma intensidade nesse trecho (aspecto) do filme.

    Lembre-se que nós estamos mantendo os detalhes do evento em segredo com esta ferramenta. Assim, a sua Preparação e a Frase Lembrete devem refletir isso. Questione o seu cliente sobre uma emoção, uma sensação física ou uma breve descrição em duas ou três palavras da parte do evento que está causando a intensidade no momento e use essa linguagem para a parte falada de sua rodada de Tapping.

    Você também pode precisar ser extra sensível para perceber como o seu cliente está "mudando aspectos" com esta ferramenta porque você não terá os detalhes. Se a intensidade é teimosa sobre qualquer trecho (aspecto) do filme, suspeite que seu cliente tenha de alguma forma mudado para um novo aspecto. Novamente suas perguntas deverão respeitar a privacidade do paciente no evento.

  5. Quando todos os pontos de parada parecerem estar livres de intensidade, faça o paciente passar o filme todo em sua mente novamente, do começo ao fim, fazendo Tapping sobre aspectos intensos que aparecerem. Continue fazendo isto até que o filme já não tenha mais carga para ele.

  6. Finalmente, quando a intensidade parecer estar completamente resolvida, usar a Visualização Vívida é um ótimo método de teste para esta ferramenta. Peça ao cliente para passar o filme uma vez, mas exagerando as imagens, sons, sentimentos, cores, etc. e que realmente TENTE ficar chateado com isso. Se encontrarem ainda alguma intensidade, então continue repetindo os passos acima, até que ela desapareça.. Quando o paciente não coneguir mais ficar chateado, seu trabalho estará feito.

Pensamentos adicionais

EFT Tapping Privacy Image

A Técnica do Filme é usada em muitos dos vídeos da Art of Delivery e em outros vídeos avançados porque essas sessões foram realizadas no palco, muitas vezes na frente de centenas de pessoas, onde a privacidade é mais importante. A linguagem desses vídeos muitas vezes é mais avançada do que o que você aprendeu até agora, mas você pode ver claramente a técnica em ação. Duas variações que você pode observar nos vídeos são os seguintes:

  1. Abordagem global: ao invés de passar o evento do início ao fim e ir parando nos picos de intensidade, você pode fazer Tapping em "Apesar de eu ter este filme _..." por várias rodadas e liberar muita da intensidade do evento. No entanto, esta abordagem é frequentemente combinada com técnicas mais avançadas de linguagem, que tendem a melhorar seu desempenho. Uma vez que você aprender mais habilidades de linguagem de EFT (ver artigos posteriores) volte a esta ideia e teste-a. Enquanto isso, a original é provável a que seja mais completa para você.

  2. Um Pico: Novamente, ao invés de passar o evento do começo ao fim, você pode pedir ao cliente para restringir o evento ao pico mais intenso e simplesmente abordar isso. Isto pode ser útil quando você está tentando otimizar um período de tempo limitado, mas apresenta a desvantagem de não ser tão bom quanto a original. Com a experiência, que você vai descobrir que não importa quantos picos seu cliente espera encontrar no evento, muitas vezes há mais para descobrir antes que o evento seja resolvido. Se você tiver tempo, fique com a original e aborde todos os aspectos, mas se você precisa trabalhar rapidamente esta alternativa está disponível e pode ser usada.

Em geral, a Técnica do Filme oferece os benefícios da Técnica de Contar Histórias e, além disso, protege a privacidade. Ela vai expandir seus horizontes com o EFT em um novo conjunto de questões e, ao fornecer ao seu cliente a opção da privacidade, frequentemente ele se sentirá mais à vontade para abordar mais eventos com você.

No entanto, quando você usar a Técnica do Filme, é provável que abra mão de um pouco do rigor da técnida do Contar Histórias. Você não tem os detalhes... e assim é mais difícil perceber os aspectos mais sutis, e você corre o risco de deixar esses aspectos na mesa. Informe esta possibilidade ao seu cliente, porque se outro aspecto aparecer após sua sessão e a intensidade voltar, você vai querer que o cliente entenda que pode ter ainda um ou dois aspectos para trabalhar. Caso contrário, ele pode concluir que "o EFT não funciona" como já mencionado anteriormente.

Para ter uma perspectiva, muitas vezes sigo a Técnica do Filme com a de Contar Histórias (se assim estiver OK com a privacidade do cliente naquele momento) porque a intensidade é quase sempre maior quando a história é contada em voz alta e novos aspectos surgem mais facilmente. Em muitos casos, eu acho que a Técnica do Filme não liberou todos os aspectos e a de Contar Histórias torna-se um importante ferramenta de limpeza. Novamente, esteja ciente dessa possibilidade, porque, ao oferecer privacidade com a Técnica do Filme, você pode também pode estar sacrificando um a sessão, por deixa-la de alguma forma incompleta.

O vídeo a seguir contém uma demonstração básica da Técnica do Filme.

 

 

REVISÃO:

Neste artigo você aprendeu a Técnica do Filme, que permitirá que você aborde um evento específico, mantendo a privacidade do cliente.

  • O cliente passa a história em sua mente, e não em voz alta, mas ainda parando quando houver intensidade.
  • O terapeuta deve projetar a Preparação e a Frase Lembrete para atingir o momento da história que possui intensidade, mas sem expor detalhes da história.
  • Enquanto a proteção da privacidade é frequentemente útil em um cenário profissional, geralmente deixará alguns aspectos não resolvidos e ser menos completa do que a Técnica de Contar Histórias.
  • Os clientes são mais propensos a trocar de aspectos em sua mente quando mantêm os detalhes para si mesmos. Faça muitas perguntas, mas não revele detalhes da história.
  • Testar é muito importante para descobrir a maior quantidade de aspectos da história privada quanto possível.

 

© Gary e Tina Craig
Todos os direitos reservados