Tutorial do EFT Oficial

2a PARTE Para Todos: Indo até as Raizes das suas questões sobre EFT

Teste seu trabalho de EFT - a Tríade

Testando Seus Resultados -- Introduzindo a Tríade

Como você já sabe, o conceito mais fundamental dentro do Gold Standard EFT é o seguinte:

Quebrar o problema em partes menores e abordar essas partes individualmente, até que o problema seja resolvido.

Enquanto existir ainda o problema principal ainda haverá aspectos dentro do processo de EFT Tapping para resolver. Você já sabe como identificar um aspecto e sabe como sendo específico pode ajudar você a encontrar novos aspectos. Mas existe uma peça final desse quebra-cabeça, que é Testar os Resultados.

Imagem Teste tocando

Podemos avaliar a intensidade de um problema com a tabela de 0-10 ainda no ambiente em que nos encontramos, mas até que nós realmente desafiemos essas medições, pode haver aspectos que tenham sido negligenciados. A melhor maneira de testar seus resultados é se colocar na situação real que iria desencadear seu problema e ver se alguma coisa volta. Como você deve se lembrar, depois de abordar o medo da água do Dave, no artigo Encontrando Aspectos dentro do Processo de EFT Tapping, eu não só o coloquei na piscina, como também lhe pedi que mergulhasse sua cabeça. Foi aí que encontrei muitos novos aspectos ao longo do caminho. Eu também levei o Rich para a varanda para testar seu medo de altura e pedi-lhe que imaginasse outros cenários que pudessem disparar a sua intensidade. Já sugerimos que você se coloque em situações que permitam testar seus próprios problemas, como medo de falar em público, ansiedade social e relacionamentos. Assim, isto pode ser aplicado a qualquer problema que você possa imaginar.

O questão é que, se pudermos ainda desencadear intensidade sobre o problema, então sabemos que há mais aspectos a abordar. Testar seus resultados é encontrar maneiras de desencadear o problema para ver se sobrou alguma coisa. Como você vai ver, este tipo de teste desempenha um papel importante durante todo o processo.  Por que?  Porque mesmo que possa parecer que todos os aspectos já tenham sido limpados, a maioria dos testes faz aparecer novos aspectos. Com o tempo, você verá que o Teste é uma maneira de obter melhores resultados, ao invés de apenas uma maneira de confirmar que você já terminou.

A Tríade do EFT Tapping

Imagem EFT tocando Triad
A Tríade do EFT Tapping

Esta idéia de testar seus resultados é crucial para um conhecimento profundo sobre o processo do EFT Tapping e constitui uma tríade, ou trio harmonioso, com nossos artigos sobre Aspectos e Sendo Específico.  Para fins de clareza, eu tratei estes três conceitos separadamente, mas eles são, na verdade, ligados entre si de maneira harmoniosa. Quando você está testando, por exemplo, você não procura por aspectos?  E quando você está procurando por aspectos, não está explorando detalhes por trás de um problema? Pois é isso mesmo! As três ideias se entrelaçam e, se forem usadas de maneira magistral, podem levar suas habilidades de Tapping através de muitas novas portas.

Enquanto saber sobre Aspectos nos ajuda a quebrar o problema em partes menores, e Sendo Específico é uma forma mais refinada de trabalhar com aspectos, o Teste é a ferramenta mais forte que temos para ativamente desenterrar o problema e confirmar que nosso trabalho está completo.

A Bússola que Mantém seu Tapping em Curso

EFT Compass Testing Tapping

Testar seu trabalho de EFT permite que você saiba onde você está no processo de Tapping. É como uma bússola que o mantém em curso e é uma ferramenta essencial para um trabalho de qualidade. É por isso que eu criei a escala fundamental de teste de 0 a 10 na Receita Básica do EFT Tapping.

Um trabalho completo com EFT significa encontrar todos os aspectos de um problema, apesar de que muitas vezes eles estão escondidos abaixo da superfície, imperceptíveis. Um Teste apropriado, como iremos explorar neste artigo, pode desenterrar e identificar os aspectos ocultos que ocorrem durante o processo de Tapping. É uma característica obrigatória do EFT e deve tornar-se um hábito. Você pode até mesmo considerá-lo uma obrigação... como eu faço.

Na verdade, se você não testar com grande regularidade, você irá frequentemente se encontrar no escuro, sem perceber. Este breve vídeo aborda o assunto.

 

 

Não só o Teste é o principal meio para descobrir os aspectos, mas também fornece pontes simples para muitas das outras ferramentas vitais do Tapping que você vai aprender nos artigos seguintes. Isso abre ainda mais portas que o levam aos níveis de elite do EFT.

Avaliando os Resultados do Tapping com a escala de 0 a 10

O uso da escala de intensidade de 0-10 tem sido básico até agora, e aqui está um resumo.

  1. Estabeleça a intensidade de 0-10 inicial do problema.
  2. À medida que novos aspectos aparecem, você avalia suas intensidades individuais e continua com as rodadas de Tapping da receita básica em cada um desses aspectos, até que todos eles parecem ter ido embora.
  3. Enquanto houver intensidade, você sabe que há mais aspectos para encontrar.
  4. Quando todos os aspectos parecerem ter sido resolvidos, você pede uma nova avaliação de 0-10 para a questão global e verifica se algo permanece.

Agora é hora de fornecer algumas dicas adicionais:

  • Você não será sempre preciso em sua avaliação de 0-10. Usamos esses números como referência para que você possa comparar a intensidade antes e depois. Se um problema passou de 8 para 4, por exemplo, podemos concluir que a intensidade caiu aproximadamente pela metade. Não estamos preocupados com a precisão absoluta do 8 ou do 4.

    Muitas pessoas estão conscientes dessa imprecisão e sentem a pressão de "fazer certo". Você pode liberar essa pressão pedindo a si próprio para estimar um número. Isso pode trazer um elemento de relaxamento ao processo para alguns estudantes do Tapping.
  • Às vezes, quando você está próximo do 0 em seu problema, você tende a exagerar o número de 0-10. Por exemplo, você pode estar em 0 ou 1... mas pode avaliar a intensidade em 3 ou 4. Isto é feito frequentemente de maneira inconsciente porque (1) talvez você nunca tenha estado em nível tão baixo e na verdade nem sabe o que é se sentir no zero ou perto dele, (2) de algum modo, você pode não acreditar que na verdade já conseguiu este alívio ou (3) você pode não acreditar que isso vai durar, então você aposta num número impreciso.

    Com experiência, você desenvolverá um bom senso para saber quando isso ocorre. Em tais casos, que você pode se perguntar, "como sei que não estou em zero?" Isto é muitas vezes uma pergunta que traz clareza ao seu trabalho de Tapping.
  • Considere o que você está testando. Se um problema tem mais de um aspecto e esses aspectos cada tem seu próprio grau de intensidade emocional, então, quando você avalia uma classificação de 0-10, você precisa estar ciente do que está avaliando. Você está dando uma nota ao problema em geral, que pode ser visto como um conjunto de aspectos? Ou você está avaliando uma parte, ou aspecto, da questão? É útil usar a escala de intensidade de 0-10 em ambos os casos, mas a resposta será muito mais significativa se você considerar bem o que está avaliando.

Desafiando seus Zeros

Quando você sente que você chegou a um zero de intensidade em todos os aspectos que você pode encontrar sobre o assunto, é hora de testar esses resultados e ver se os zeros são realmente zeros.  Aqui estão algumas maneiras simples de fazer isso.

Teste em situação real, quando possível:

Este é o teste ideal, porque ele fornece a mais alta probabilidade para expor os aspectos remanescentes ou as questões relacionadas a eles. Enquanto imaginar um problema pode levá-lo a um longo caminho para testar seu progresso de Tapping, colocar-se em uma situação real muitas vezes irá apresentar aspectos você não poderia ter antecipado.  Exemplos disto seriam (1) testar a raiva que você pode sentir por um pai abusivo se encontrando pessoalmente com ele, (2) realizar lances livres de basquete sob situações intensas em um jogo de verdade ou (3) testar seu resultado com medo de altura, olhando para baixo de um edifício alto.

O Teste com este método é ilustrado no video seguinte. A primeira cena é com Mary, cuja lesão na cabeça causava-lhe uma reação intensa à luz. A cena mais longa, com Patrícia, me permite testar sua "inépcia social" durante a execução do EFT em uma situação real (depois de termos abordado eventos específicos relacionados do passado dela). Por favor, note que no segmento com a Patrícia eu aplico o EFT de maneiras bem criativa. Você vai aprender mais sobre isso mais tarde.

 

 

Obviamente, não é sempre possível testar em uma situação real. Então você também pode tentar os outros métodos abaixo.

Visualização vívida:

Isto pode parecer auto-explicativo. A idéia geral é imaginar vividamente o problema ou evento em sua mente... aumentar o volume, fazer tudo maior, exagerar todas as imagens, sons, cores e tamanhos e realmente TENTAR se perturbar com isso. Uma vez conseguido, você tem um aspecto novo para abordar.

No entanto, muitas pessoas têm medo de fazer isso porque não querem experimentar a dor que elas acham que pode ainda existir. Elas podem ter progredido bastante com o EFT, mas às vezes se preocupam que este método de teste as leve a uma possível dor (mesmo que esperemos muito pouco ou nada de dor).

Por isso, muitas pessoas não conseguem imaginar vividamente o problema. Ao invés disso, elas tendem a fechar seus olhos e abordá-lo muito de leve. Isto NÃO é um bom teste. É por isso que eu dou instruções específicas, como claramente demonstradas neste próximo vídeo, mostrando dois exemplos: Pamela e Kim. Observe que usamos o processo para ativamente procurar vestígios do problema que ainda não tenham sido abordados.

 

Usando recursos materiais

Aqui nós testamos usando fotos, recordações, sons, filmes e afins. Isso é particularmente útil como um substituto para aquelas situações em que o teste em situação real não é possível. A ideia aqui é desencadear problemas emocionais e observar quais aspectos ou desafios relacionados surgem. Por exemplo, você pode (1) ver uma foto de um ente querido falecido para testar seu nível de dor, (2) reproduzir os sons de tiros ou helicópteros para testar a resposta traumática de guerra ou abuso ou (3) ver a cena da cobra no filme Os Caçadores da Arca Perdida se você deseja testar seu progresso do Tapping para medo de cobras.

Certa vez usei uma série de TV gravada como material para ajudar Robert, um afro-americano de 52 anos de idade, com sua auto-imagem fraca, por ser negro. Seus sentimentos inadequados melhoraram consistentemente através de nossas sessões de EFT por telefone, ATÉ o momento de eu testar os resultados, pedindo-lhe para assistir AS RAÍZES, a série de TV sobre a escravidão negra. Ele recusou e disse que nunca poderia assisti-la.

"Excelente!," eu pensei, "Aqui está uma oportunidade fabulosa para obter resultados mais profundos."

Isto foi ideal porque o filme AS RAÍZES consistentemente testou os pormenores dos problemas do Robert e lhe deram oportunidade para resolução imediata. O resultado foi uma transformação completa, porque ele agora assiste AS RAÍZES (e a si próprio) com um sentimento de orgulho pelo que seus antepassados foram capazes de superar.

O vídeo abaixo mostra dois exemplos de como usar materiais em uma sessão de Tapping.  Primeiro, eu ajudo Lucille com sua claustrofobia ao confiná-la num cobertor. Observe como respeito o medo dela como uso este recurso do cobertor. o. Em seguida, eu uso um papel carta escrito com uma frase escrita para testar o sério problema de visão do Jai (ceratocone).

 

 

Você aumentará tremendamente seus resultados do EFT Tapping se cavar mais fundo e encontrar todos os aspectos do seu problema. Lembre-se, o maior erro que as pessoas fazem com o EFT é não ser suficientemente profundo e deixar alguns aspectos sobre a mesa. Portanto, tenha persistência, diligência e use bem essas ferramentas de teste para desafiar seus resultados.

REVISÃO:

Neste artigo você aprendeu sobre Testando seus resultados do Tapping.

  • O grande erro que as pessoas fazem com o EFT é não testar o suficiente.
  • Desafiar seus resultados com testes adicionais pode confirmar seu sucesso ou desenterrar os aspectos restantes que precisam ser abordados.
  • Aspectos, Ser Específico e Testar formam uma tríade e trabalham juntos para os melhores resultados do EFT.
  • Testar em uma situação real é geralmente o mais eficaz.
  • Quando não for possível ou realista testar em uma situação real, você pode usar a visualização vívida ou meteriais diversos como alternativas.

 

© Gary e Tina Craig
Todos os direitos reservados