Tutorial do EFT Oficial

5a PARTE : Avançado: Polindo o Processo e Expandindo a Linguagem

Ir tateando com a linguagem no processo do EFT Tapping

EFT Tapping Rambling image

Nos vídeos Arte da Entrega, você vai me ver usando todos os tipos de linguagem nos meus Setups e frases lembrete que podem não fazer sentido para você ainda. Eu chamo de Ir Tateando e é fácil ver porque porque parece que só fui deixando palavras saírem da minha boca. Na verdade, o Tatear é uma forma muito sofisticada de linguagem que eu uso para reunir informações, avaliar diferentes direções e os resultados do teste. Pauta-se por muita experiência, uma certa quantidade de intuição e um forte foco nas reações do cliente à minha língua.

Ir Tateando pode ser visto como simplesmente uma combinação das ferramentas de linguagem que você aprendeu anteriormente nesta seção. Nós introduzimos os conceitos básicos de cada ferramenta para que você possa compreender as finalidades e os objetivos de cada um quando você usá-los.

Na medida em que você vá introduzindo as ferramentas em suas sessões, naturalmente irá desenvolver o seu próprio estilo, dependendo do quanto de cada ferramenta que você use. Alguns praticantes vão gastar mais tempo com a linguagem do cliente para atingir o alvo mais completamente, outros podem começar a adicionar métodos de experimentação como "Diga isso" ou "Frases gatilho" no início da sessão,e alguns irão foca mais em Reenquadres. . Contudo, estar completamente fluente em todas as ferramentas permitirá a você mover-se para um território mais avançado e ajustar seu próprio estilo para estar de acordo com o que funciona melhor para cada cliente.

Uma revisão

EFT Tapping Review image

Abaixo estão breves descrições de algumas das ferramentas que nós estudamos até agora.

Set ups personalizados-

Realizar os objetivos originais de linguagem (reconhecer o problema e aceitar a si mesmo apesar do problema), mas agora com expandido o idioma do cliente e adicionando sua própria elaboração para melhorar a descrição, desde que esta tenha ressonância com o cliente. Estender as descrições para além do Ponto do Karatê e fora dos pontos de lembrete.

Reenquadres-

Incentivar uma mudança cognitiva é uma terceira meta da linguagem e Reenquadres são usados para propor novas perspectivas que o cliente pode aceitar ou rejeitar. Essas novas perspectivas podem ser melhor apresentadas quando uma intensidde importnte  foi liberada do evento ou questão.

Intuição-

A conexão com uma orientação divina pode ser usada a seu próprio critério para selecionar ferramentas, adotar uma linguagem ou apresentar reenquadres com a exigência absoluta de que você esteka verificando sua precisão com seu cliente.

Teste-

Métodos de testes não foram classificados como uma ferramenta de linguagem até agora, mas é fácil ver que a maioria dos testes de fato são conduzidos com a linguagem. Neste ponto você verá como os testes podem ser adicionados ao longo da sessão.

Abordagens Globais x Específicas-

Use uma abordagem global para aliviar a tensão ou minimizar a dor emocional e use uma abordagem específica no resto do processo para encontrar e resolver eventos específicos que estão contribuindo para a questão global.

Trabalho de detetive-

Encontrar "portas" ou direções para questões centrais e/ou os detalhes por trás de um problema. Isso geralmente é realizado em uma abordagem global e pode ser reforçado pelas rodadas globais de tapping, uma vez que elas frequentemente podem revelar muitas pistas úteis.

Cada uma das ferramentas que nós analisamos pode ser usada com diferentes graus de habilidade. Os artigos neste tutorial ensinaram as versões básicas. Como você pode ter já visto, se você combinar até os níveis básicos dessas ferramentas de linguagem em suas rodadas de tapping, seus resultados com EFT podem melhorar dramaticamente.

Para entender o estilo que tenho desenvolvido em meus vídeos de Arte da entrega, você precisará reconhecer usos mais avançados dessas ferramentas, como veremos a seguir.

Reenquadres como métodos de teste

Até agora, os eenquadres têm sido utilizados de forma conservadora, após uma libertação significativa de intensidade, para apresentar uma nova perspectiva e incentivar uma mudança cognitiva. Esta é a maneira mais confiável para seus reenquadres atingirem o objetivo desejado.

Agora, considere isto...

Quando um reenquadre não ocorre, o que significa?

Em primeiro lugar, significa que a mudança que você propôs não está pronta para acontecer. Isso é fracasso? Ou você simplesmente descobriu mais informações?

Sempre que você encontrar resistência, você também encontrou mais aspectos e mais interrupções de energia.

Isso não é o objetivo de um teste, você pergunta? Para desenterrar mais aspectos? Claro.

Então agora um reenquadre pode ter dois objetivos diferentes:

  • Se ele der certo, você tem uma mudança cognitiva.
  • Se não der certo, serve como um teste e você tem novos aspectos.

Como exemplo, observe como eu tento um reenquadre de perdão para Shelley e sua asma. Depois que terminamos, ela relatou que seus problemas de respiração ficaram um pouco piores.  Isto é uma pista para a necessidade de mais trabalho emocional.

  

 

No início usamos reenquadres de forma conservadora, para evitar resistência.  Com experiência, podemos fazer reenquadres mais ousados, sabendo que se eles não derem certo, nós podemos nos beneficiar das novas informações que eles fornecem.

No entanto, o timing desempenha um papel importante. Ainda estamos tentando nos concentrar em uma parte de cada questão de cada vez. Então, lançando mão de reenquadres muito ousados sem termos um plano pode tornar o teste mais complicado e comprometer a qualidade das suas sessões.

Reenquadres para atenuar

Nos vídeos da Arte da Entrega, você me verá udsnfo muitos reenquadres no início da sessão, enquanto a intensidade é obviamente elevada.

  • Isso é uma escolha ousada?
  • Eu estou testando?
  • Eu sinceramente espero uma genuína mudança cognitiva logo de cara?
  • Estou tentando atenuar?

Na verdade, estou ciente de todas estas possibilidades quando uso a linguagem de reenquadre. No início de uma sessão com um cliente obviamente traumatizado, minha prioridade é minimizar sua dor emocional, então estou tentando atenuar a tensão. No entanto, estou perfeitamente ciente de suas reações à minha linguagem e sei que seus problemas são fáceis de serem acionados. Então eu vou indo com muito cuidado, prestando atenção ao que dá certo e ao que não dá.

Costumo usar mais reenquadres bem humorados no início para iluminar a atmosfera. Se meu humor não cai bem, a dor do cliente pode aumentar e isso faz com que eu escolha minhas piadas com mais cuidado. Experiência e intuição são muitas vezes meus guias.  Aqui está um exemplo de um eenquadre leve e bem humorado com Betty no início de sua sessão de Emprestando Benefícios.

 

 

Quando você assistir as sessões completas nos vídeos Arte da Entrega, veja se você pode avaliar como eu estou fazendo, tendo isto em mente:

  • Quão ousadas são minhas escolhas de reenquadre?
  • Quais os riscos que eu assumo?
  • Minha linguagem deu certo? Se não, como fiz para ajustar meu curso?
  • Que novas informações descobrimos como resultado?

Reenquadre como trabalho de detetive

EFT Tapping Detective Image

Digamos que alguém chega até você com uma erupção cutânea crônica e você está tentando cercar as questões emocionais mais adequadas que  possa encontrar. Trabalho de detetive é a habilidade que você precisa empregar aqui, mas existem várias maneiras de ir em frente.

  • Usar a curiosidade e fazer boas perguntas é a maneira mais óbvia e simples de encontrar temas centrais, e você aprendeu isso na parte IV.
  • Uma rodada global de tapping pode eliminar camadas de intensidade da questão geral e permitir que o cliente forneça mais insight sobre a questão.
  • Adicionar reenquadres em rodadas globais de tapping é uma maneira de apresentar possibilidades para o cliente que ele talvez pudesse não encontrar sozinho. Em outras palavras, você pode ter uma suspeita ou duas sobre como as questões são conectadas, e apresentando isto em uma rodada de tapping, seu cliente pode ficar mais aberto para elas.

Até encontrar as questões e os eventos que estão contribuindo para a erupção, você já sabe duas coisas: (1) a erupção e questões que contribuem  para eles estão conectados de alguma forma pela escrita nas paredes do cliente e (2) os problemas mais intensos muitas vezes são os mais eficazes para endereçar

Com a Escrita nas Paredes em mente, você pode usar linguagem de reenquadre em suas frases de setup para investigar as ligações. Por exemplo, se você já sabia que o cliente passou por um divórcio ao mesmo tempo que a erupção começou, você pode tentar um setup como este:

"Mesmo que eu tenha essa irritação na minha pele e talvez tenha algo a ver com meu divórcio..."

Se você puder ver a partir da reação do seu cliente que esta parte está dando certo, você pode continuar desta forma:

... ou talvez tenha algo a ver com o sentimento de rejeição."

Seu cliente pode discordar completamente e neste caso você pode tentar outra direção ou fazer mais perguntas, mas se o cliente disser "Ah sim, acho que você tem razão" em seguida você pode ter encontrado uma rota direta para uma questão central.

No vídeo a seguir eu primeiro trabalho com Betty, que descreve seu problema como um medo de se apresentar em público. Uma direção óbvia seria pedir-lhe para falar sobre eventos específicos em que ela se colocou no palco e tudo correu mal. Outra opção é descobrir qual é a questão central ou núcleo central. Quando você conseguir isso, poderá  ir em frente com eventos específicos ou "pernas de mesa" que podem ser ainda mais no passado e/ou ter mais influência na questão.  Neste caso, como eu uso reenquadres para aliviar a tensão, eu também faço experiência com a "necessidade de ser perfeito" e vejo que isto cai muito bem. Isto sugere que encontramos uma questão central relacionada com "Devo ser perfeita"

Depois disso, você verá uma rodada global de tapping com Colleen sobre seu nervosismo no palco, que rapidamente levou a "Talvez eu possa não fazer isso direito."  Porque esta frase caiu tão bem, continuei com essa linha de raciocínio e isto se enquadrou perfeitamente em uma causa potencial para a sua fadiga crônica.

Finalmente, há uma rodada de tapping com Shelley que está trabalhando na sua asma. Você verá como eu comecei em uma direção e continueiajustando até chegar em algo realmente útil.  Neste vídeo a seguir estão algumas perspectivas.

 

 

Com Betty, você viu como "Deveria ser perfeita" é mais específico do que o "Medo de me apresentar?" Neste caso, as novas informações que descobrimos são mais prováveis de representarem as Escritas em suas Paredes ou uma crença central que está afetando a sua experiência e, portanto, um lugar melhor para começar. Com esta nova informação vou explorar as "Pernas de mesa" em que ela não era perfeita e tentar fazer desabar o Tampo do Mesa. Na sessão completa reduzimos "Devo ser perfeita" a medo de rejeição, que é a uma questão ainda mais profunda.

Considere a mesma pergunta com Colleen... você vê como "preciso ser perfeita" é mais específico do que "Eu tenho fadiga crônica?"

E com Shelley, "Você está me sufocando e não consigo respirar" são materiais muito melhores do que "Eu tenho asma."

Testes expandidos

Vários dos métodos de teste que você já aprendeu são baseados em linguagem, e com experiência, você pode usá-los em qualquer ponto no processo. Sabemos com testes que estamos tentando desencadear novas intensidades, ou seja, novos aspectos e, até agora, você pode ter apenas tê-los usado no final de uma sessão.

Você pode tentar trabalhar no final de cada crescendo com a Técnica de Contar Histórias e eventualmente você achará pontos apropriados na sua conversa entre as rodadas para tentar um pouco de Humor, pedir "Diga isso" ou lançar alguma isca para  ver se pega seu cliente desprevenido com uma frase que apareceu como cheia de intensidade para ele.  Você também pode trabalhá-los casualmente de uma forma lúdica.

Aqui está um exemplo de vídeo:

 

 

Você verá muitos exemplos de teste em vídeos Arte de Entrega e como eles podem ser usados de forma diferente durante uma sessão. Eles são todos marcados com alertas úteis na tela.

Indo mais longe com a linguagem curstomizada de Setup

Como nos Reenquadres, a linguagem de setup customizada pode também variar de conservadora a ousada. Da forma  conservadora, concentramo-nos apenas o suficiente sobre o problema para fazer uma diferença quandfazemos o tapping.  Ao expandir a linguagem para uma descrição mais completa, fortalecemos o foco e atingimos o alvo com mais precisão e com mais expressão. Da forma mais ousada, podemos usar elaboração para ser mais provocante com a linguagem e deixar que saiam as verdadeiras emoções.

Como você já deve saber por experiência, quanto mais impacto emocional pudermos incluir na linguagem, mais intensidade isto pode gerar.  Quando queremos controlar a dor emocional e manter a intensidade em cheque, ficamos do lado conservador. Quando estamos prontos para desenterrar mais aspectos e certificarmos-nos de que a intensidade foi realmente liberada, nós podemos ser mais provocativos.

Digamos que sua cliente quer tratar de alguma raiva com o marido. Ele tem deixado de lado suas responsabilidades domésticas para jogar golfe, deixando-a com três filhos, uma casa e um emprego de tempo integral. Recentemente tiveram uma discussão sobre isso na qual ele disse "Golf é mais importante para mim". Então vamos supor que nós estamos abordando esse evento, como exemplo.

Linguagem padrão:

O idioma padrão é geralmente o mais conservador. Nós usamos algumas palavras para descrever o problema e manter o foco ao longo da rodada. Enquanto apenas algumas palavras podem fornecer suficiente foco na questão, podem também permitir que o cliente mantenha algum grau de desprendimento dela. Voltar ao idioma padrão ainda é muito útil quando a intensidade de um cliente subiu ao topo. Nesse caso, nós queremos lhe proporcionar algum desprendimento, diminuir um pouco a intensidade enquanto ainda mantemos o foco.

A linguagem da frase de setup poderia ser então: "mesmo que eu esteja zangada com o meu marido jogar golfe, eu me aceito profundamente e completamente."

Podem ser frases lembrete: "Estou zangada" ou "Esta raiva"

Línguagem estendida:

Usando a descrição completa feita pelo cliente, nós encorajamos uma melhor expressão do problema que adiciona conexão mais emocional e muitas vezes aumenta a intensidade.

A frase de setup poderia ser então: "mesmo que ele tenha dito que o golfe é mais importante do que nossa vida juntos e isso me deixar realmente irritada porque estou presa aqui com todo o trabalho, eu me aceito profunda e completamente."

Podem ser frases lembrete: "Estou com raiva", "nossa vida não é importante para ele", ou "Fico presa aqui com todo o trabalho."

Elaboração:

Quando sugerimos linguagens adicionais para melhorar a descrição do cliente, o objetivo é descrever melhor o problema. Isso adiciona ainda mais emoção e mais expressão ao processo e muitas vezes resulta em uma intensidade mais forte, uma vez que o cliente torna-se ainda mais ligado ao problema.

A frase de setup, neste caso, pode ser: "Mesmo que ele prefira o golf a mim e ele não se importe se isso me dói, sinto que estou sendo abandonada, e isso me traz muita raiva porque eu estou cansada demais para fazer todo esse trabalho sozinha, mas apesar disso eu me aceito profunda e completamente."

Podem ser frases lembrete: "Ele prefere o golf do que eu", "Estou machucada e ele não se importa," "Eu estou sendo abandonada," "Estou tão zangada com ele", ou "Estou cansada de fazer tudo".

Linguagem de gatilho:

Levando a elaboração e a conexão emocional ao extremo, você também pode trabalhar com uma linguagem que seria considerada chocante, provocante, ou "menos educada" a fim de liberar qualquer intensidade restante sobre um assunto/evento. Isso pode incluir palavrões, descrições visuais dos detalhes do evento ou descrições ainda mais detalhadas da reação do cliente ao evento. Em vez de colocar palavras na boca do cliente, esta é realmente uma oportunidade para a cliente dizer o que ela quer dizer, ao invés de manter algum tipo de compostura educada. Esta abordagem exigirá um bom relacionamento e então não faça isso se o cliente não estiver completamente confortável.

A frase de setup neste caso pode ser: "Mesmo que eu tenha construído minha vida em torno deste sacana e ele ache que uma maldita bola de golfe é mais valiosa do que eu, eu me aceito profundamente e completamente. Ele é um canalha egoísta por me deixar com toda essa responsabilidade e eu poderia estrangulá-lo por não se importar. “

Podem ser frases lembrete neste caso: "Eu construí a minha vida para este sacana" "Que cretino egoísta," "Eu poderia f ' in estrangulá-lo," e/ou "Ele não se importa."

Vovce pode ver como esse tipo de expressão pode estar mais de acordo com o que o cliente realmente sente? Quanto mais precisos conseguimos ser sobre sua questão, mais sucesso teremos em resolve-la..

Esperamos que você tenha sido conservador e muito diligente para escollher a sua própria linguagem com seu cliente. Se assim for e suas elaborações estiverem obtendo sucesso, você pode tentar fazer experiências com a linguagem que é mais direta ou mais provocativa para ver se você pode descobrir mais intensidade.

No geral, estamos procurando por intensidade e ora estamos tentando minimizá-la ora encontrar mais dela. Temos estruturas e ferramentas para manter os detalhes organizados, mas a sua linguagem pode ser uma maneira de ajudá-lo a desenterrá-los de uma maneira nova. Reenquadres que não são funcionam atingem o mesmo objetivo de um teste, já que provocam novos aspectos. Ser mais provocativo com a linguagem pode revelar  novos aspectos de seu cliente. Testar métodos, humor e qualquer tipo de linguagem que você aprendeu agora podem ser outras maneiras de procurar novos aspectos, abrir novas portas ou confirmar que algo tenha sido limpado.

Finalmente...

Ser criativo com EFT é realmente muito divertido mas... quando você vai tateando seu caminho através de uma rodada, como sabe se funcionou? Como saber se a línguagem mais desorganizada e solta teve efeito melhor do que as ferramentas básicas, como foram ensinadas?

A resposta é... Testando.

Ao adicionar mais criatividade ao seu processo, muitas vezes isto sacrifica a abordagem metódica e específica do EFT oficial. Para certificar-se de você está praticando de fato o EFT oficial como este Tutorial ensinou, você deve certificar-se que as estruturas originais ainda estão intactas. Eventos específicos, aspectos, testando métodos, contar histórias, tampos de mesa, pernas de mesa, etc. devem fornecer o quadro geral para suas sessões, ou você corre o risco de "perder-se na linguagem" como tantos praticantes EFT antes de você já fizeram.

O que você está testando? Algo específico. Certifique-se que você sabe qual problema está abordando com sua linguagem antes de começar o tapping e teste o mesmo problema no final. Cuidado com a tentação de usar a t´cenic do Ir Tateando nas frases de setup sobre questões globais e em seguida, teste o problema Global para ver se você fez progressos. Se você usar linguagem criativa em uma abordagem global, você precisará descer para as especificidades, eventualmente.

Finalmente, o cliente sempre tem a última palavra. Se você se perder na linguagem você pode negligenciar a resistência de sutil do seu cliente a ela. A habilidade mais importante neste nível de EFT é o foco, porque enquanto você está usando uma linguagem, você também está realizando experiências. Você precisa ter clareza sobre todos os aspectos a serem abordados e saber exatamente o que você está testando a cada rodada, observar todas as reações do seu cliente e processar novas informações em tempo real. Isto se torna cada vez mais complicado quando você tem um cliente com uma doença ou condição mental graves e um labirinto de questões emocionais para resolver.

Tenha em mente que as ferramentas padrão ainda são extremamente eficazes se você mantiver a Tríade: ser específico, aspectos e testes. Aventure-se em em usos mais criativos sempre que quiser, mas não perca seu foco sobre o básico.

 

 

© Gary Craig
Todos os direitos reservados